Sub-categorias

Notícia

Monstro de Barcelos em cadeia psiquiátrica

Foi alvo de surtos psicóticos e Braga não tem pessoal especializado para os tratamentos.
Por Liliana Rodrigues|17.07.17
Adelino Briote, indiciado pela morte de quatro pessoas – entre as quais uma mulher grávida – foi transferido da cadeia de Braga, onde estava em prisão preventiva desde 24 de março, para o estabelecimento prisional de Caxias, em Oeiras.

O monstro de Barcelos, que matou à facada um casal de idosos e duas outras vizinhas, teve vários surtos psicóticos na cadeia de Braga e, por inexistência de pessoal especializado para o tratar, teve de ser internado na ala psiquiátrica do hospital prisional de Caxias.
As vítimas do Monstro de Barcelos

Em Tamel S. Veríssimo, Barcelos, a freguesia tenta voltar à normalidade possível, depois de uma tragédia sem memória para a localidade. O marido de Marisa e a filha, de dez anos, não conseguiram voltar a viver na casa onde a família era feliz e estava a poucas semanas de ver nascer o bebé que acabou por ser sepultado ao colo da mãe.

Quatro meses depois do bárbaro crime, a investigação da PJ de Braga está na reta final.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub