Morre na cadeia a 3 dias da saída

Pedro Alves, 31 anos, preso nº 202 do Estabelecimento Prisional do Montijo, cumpria sete meses de prisão efectiva por ter sido apanhado várias vezes a conduzir sem carta. Morreu na segunda-feira, em circunstâncias ainda por explicar.
12.12.10
  • partilhe
  • 0
  • +
Morre na cadeia a 3 dias da saída
Família não sabe quais as causas da morte Foto Mariline Alves

O corpo foi entregue à família anteontem, dia em que Pedro deveria ter saído em liberdade. Ontem foi a enterrar no cemitério de Vila Chã, Barreiro. Autópsia diz que resultado "está em estudo".

"Nas últimas semanas queixava--se de dores no peito. Foi-lhe diagnosticado um problema de estômago e receitadas umas carteirinhas", explica Rute, 27 anos, companheira de Pedro há três. "Na segunda--feira pediu para o levarem ao hospital, mas isso só aconteceu ao final do dia. Telefonaram-me às 19h20 para ir ao Hospital do Montijo e lá a médica disse que o Pedro chegou já cadáver", lamenta Rute, que vai avançar com uma queixa por negligência. "Quero saber o que se passou. Não quero dinheiro, quero justiça."

Companheiros de cela contaram à família que Pedro estava na lavandaria quando se sentiu mal, caiu e bateu com a cabeça abriu uma ferida, tendo perdido muito sangue. Segundo os outros presos, "após duas horas de sofrimento é que o levaram ao hospital".

O CM tentou obter um esclarecimento da Direcção-Geral dos Serviços Prisionais, mas não teve qualquer resposta.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!