Sub-categorias

Notícia

MP acusa lar e funcionários de maus-tratos a crianças em Gaia

Suspeitos terão sujeitado vítimas a castigos físicos e "tratamentos humilhantes".
Por Lusa|05.12.17
O Ministério Público (MP) acusou um lar de infância e juventude em Vila Nova de Gaia e cinco trabalhadores de maus-tratos e "tratamentos humilhantes" a diversas crianças e jovens, divulgou esta terça-feira a Procuradoria-Geral Distrital do Porto (PGD).

A acusação, deduzida a 30 de outubro, e citada na página oficial da PGD, imputa a cada um dos seis arguidos - quatro funcionários, um dirigente do lar de infância e juventude e a própria instituição - a prática de vários crimes de maus-tratos.

A PGD salienta que os factos ocorreram entre 2013 e 2015, num lar que acolhia crianças e jovens em situação de perigo e sem adequada retaguarda familiar, que tinha acordo de colaboração com a Segurança Social.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub