Sub-categorias

Notícia

Mulher condenada a seis anos de prisão por encomendar morte do marido

Tribunal da Relação do Porto revoga absolvição da primeira instância.
Por Lusa|11.10.17
O Tribunal da Relação do Porto condenou Fernanda Salomé Oliveira a seis anos e seis meses de prisão por ter encomendado a morte do marido, depois de na primeira instância ter sido absolvida, adiantou esta quarta-feira a Procuradoria-Geral Distrital do Porto, confirmando a notícia que o CM avançou a 7 de Outubro.
Encomenda morte do marido

Além desta arguida, a Relação condenou ainda um homem a uma pena de quatro anos de prisão, suspensa na sua execução com regime de prova, por ter sido cúmplice, depois de também ter sido absolvido.

Revogando a decisão do Tribunal São João Novo, em janeiro, que decidiu absolver os arguidos por considerar que tudo não passou de uma tentativa de instigação, a Relação decidiu condená-los por um crime de homicídio qualificado na forma tentada.

A procuradoria referiu ter ficado provado que entre fevereiro e 24 de abril de 2013, a mulher decidi matar o marido, de quem já estava separada, contratando alguém que o fizesse a troco de dinheiro, com o objetivo de herdar o seu património.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De jotana11.10.17
    Felizmente que o sentimento positivo dos cumplices foi mais forte que a gananci pelo dinheiro. E a pena que foi atribuida a ela ainda foi muito suave porque por pouco tempo e ela vem pra fora. O que uma mulher com cabeça como a dela é um perigo para a sociedade. Parabéns ao ex pela sorte que tem.
1 Comentário
  • De jotana11.10.17
    Felizmente que o sentimento positivo dos cumplices foi mais forte que a gananci pelo dinheiro. E a pena que foi atribuida a ela ainda foi muito suave porque por pouco tempo e ela vem pra fora. O que uma mulher com cabeça como a dela é um perigo para a sociedade. Parabéns ao ex pela sorte que tem.
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub