Mulher de 33 anos com anomalia psíquica detida em Coimbra por fogo posto

Empregada fabril foi internada preventivamente.
Por Lusa|11.10.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Uma mulher de 33 anos em tratamento por anomalia psíquica foi detida por fogo posto, em Coimbra, ficando internada preventivamente, anunciou esta quinta-feira a Polícia Judiciária.

Trata-se de uma empregada fabril residente no município de Coimbra, detida na quarta-feira junto ao Hospital Sobral Cid, na Conraria, cujos serviços acompanham o seu estado de saúde.

A mulher é suspeita da autoria de "pelo menos dois crimes de incêndio florestal, registados em setembro e outubro, na zona do hospital Sobral Cid", que integra o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, disse uma fonte da PJ à agência Lusa.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!