Sub-categorias

Notícia

Mulher em prisão preventiva por atear fogo florestal

Lançou fogo ao mato em Avintes, Vila Nova de Gaia, em agosto.
29.11.16
  • partilhe
  • 0
  • +
Mulher em prisão preventiva por atear fogo florestal
Detenção por fogo florestal
O Ministério Público (MP) acusou uma mulher de um crime de incêndio florestal, em Vila Nova de Gaia, anunciou esta segunda-feira a Procuradoria-Geral Distrital do Porto, explicando que a arguida está em prisão preventiva à ordem desse processo.

De acordo com a acusação, datada de 18 de novembro de 2016, mas só hoje conhecida, a arguida ateou fogo a uma zona de floresta, a 12 de agosto, nas proximidades de Avintes, Vila Nova de Gaia, distrito do Porto.

A alegada incendiária, de 59 anos, foi detida no próprio dia, às 20h30, por militares do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Gaia.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub