Notas falsas de 50 euros provenientes de França passadas em Portugal

Técnica usada era cada um dos acusados pagar a sua parte em pequenas despesas, obtendo assim mais troco em dinheiro autêntico.
12.09.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O Ministério Público do Porto acusa três residentes em França, um deles lusodescendente, de passarem em Portugal notas de 50 euros que sabiam serem falsas, num caso com julgamento marcado para março de 2019.

No processo há mais dois arguidos, um primo e um amigo do lusodescendente, ambos residentes em Póvoa de Lanhoso, distrito de Braga, acusados de colaborarem no crime de passagem de moeda falsa.

A acusação, consultada esta quarta-feira pela agência Lusa, refere que os três residentes em França entraram em Portugal no início de 2015 para um período de férias, trazendo consigo, cada um, notas contrafeitas de 50 euros "correspondentes a uma quantia de 400 euros em valor real/verdadeiro".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!