Sub-categorias

Notícia

“O bruxo era um deus”, diz testemunha

"Estou viva graças a ele. Era um deus para nós", disse Ângela Coelho.
Por A.I.F.|12.10.17
O Tribunal de São João Novo no Porto ouviu ontem testemunhas de defesa do bruxo da Areosa, um dos arguidos acusados da morte de João Paulo Fernandes.

Todas alegaram que foram curadas de doenças, que em alguns casos eram terminais.

"Estou viva graças a ele. Era um deus para nós", disse Ângela Coelho, que diz ter sido curada de um cancro.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De jotana12.10.17
    Apresentaram provas concretas e visuais das "curas" que ele "fez"? Como é possível em pleno século XXI haver gente tão ignorante? Esses bárbaros assassinos merecem é prisão até morrer. A lei tem que ser revista para assassinos como esses...
1 Comentário
  • De jotana12.10.17
    Apresentaram provas concretas e visuais das "curas" que ele "fez"? Como é possível em pleno século XXI haver gente tão ignorante? Esses bárbaros assassinos merecem é prisão até morrer. A lei tem que ser revista para assassinos como esses...
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub