Sub-categorias

Notícia

“Peço ao senhor Costa que não feche o posto”

Utentes temem encerramento da Extensão de Saúde da Adémia e concentraram-se à porta.
Por Paula Gonçalves|11.11.17
  • partilhe
  • 0
  • +
“Peço ao senhor Costa que não feche o posto”
Moradores juntaram-se ontem em protesto por recearem que esteja previsto o encerramento da Extensão de Saúde Foto Ricardo Almeida
Sentada numa cadeira e apoiada nas muletas à porta da Extensão de Saúde de Adémia, Coimbra, Guilhermina Leite, 88 anos, emociona-se com a hipótese da unidade poder fechar: "Peço ao senhor Costa, por favor e pelas alminhas que ele tem no céu, para que não feche este posto médico, que é muito necessário."

O receio é comum às dezenas de utentes que ontem se concentraram junto à unidade de saúde. "Temos medo que possa fechar e por isso estamos aqui", sublinha Maria de Lurdes Paraíso, 74 anos, outra residente que respondeu ao apelo da Comissão de Utentes e se juntou aos vizinhos neste protesto. A ação foi organizada depois de ter circulado a informação de que estava previsto o encerramento da extensão, que serve 1500 utentes, no próximo dia 15 e que os utentes passariam a ser seguidos no Centro de Saúde Fernão de Magalhães, na cidade.

"Essa informação foi dada por pessoas que prestam serviço na unidade", refere António Vilão, da Comissão de Utentes. Silvério Borges, também da Comissão de Utentes, lembra que a Extensão de Saúde responde às necessidades da população, "quer em serviços médicos, quer de enfermagem" e que a eventual deslocação para a Baixa de Coimbra "não iria resolver o problema". Pelo contrário, considera que "essa transferência criaria vários constrangimentos a pessoas com mobilidade reduzida" e com fraca capacidade económica.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub