Sub-categorias

Notícia

Pedófilo agride guarda prisional

Recluso empurrou e desferiu soco à entrada da cela.
Por Miguel Curado|14.04.17
Pedófilo agride guarda prisional
Cadeia do Linhó Foto Pedro Catarino
Um guarda da cadeia do Linhó, em Sintra, foi agredido por um recluso de 27 anos, condenado a onze anos de prisão por abuso sexual de menores, quando procedia ao encerramento dos presos nas celas. A vítima foi mesmo auxiliada por outros reclusos, que retiveram o agressor até à chegada de mais guardas prisionais.

O ataque ocorreu pelas 16h00 de quarta-feira, na Ala B do Linhó. O recluso recebeu ordens para entrar na cela onde cumpre pena, mas recusou. Foi então que, ao que o CM apurou, o guarda prisional, de 31 anos, tentou fazer com que o detido entrasse – e acabou empurrado contra o gradeamento do piso.

O guarda foi depois agredido com um murro no peito. Sem colegas para o ajudar, contou com o apoio de outros reclusos que censuraram o comportamento do pedófilo condenado. O detido, de 27 anos, ficou retido até à chegada de outros guardas prisionais, que o levaram para uma cela de detenção.

Os Serviços Prisionais confirmam a agressão, acrescentando que o guarda recebeu tratamento hospitalar. A mesma fonte oficial frisou que o detido está agora sujeito a um processo disciplinar.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

Portugal

“Só via bolas de fogo  por todo o lado”

“Só via bolas de fogo por todo o lado”

Celestina Costa, vendedora de peixe, foi apanhada pelas chamas na EN236 e abrigou-se na carrinha refrigerada. Depois ajudou outras pessoas que foram cercadas pelo fogo.

Portugal

PJ cerca bando dos mails

PJ cerca bando dos mails

Todos os envolvidos nas trocas de mails divulgados pelo FC Porto estão na mira da investigação da PJ e do DIAP: do lado do Benfica, da arbitragem e da Liga de Clubes.

pub