Sub-categorias

Notícia

Pedro Dias usou meia e batata para calar vítimas

Homem e mulher estiveram sequestrados pelo homicida.
18.10.16
As duas pessoas que foram sequestradas por Pedro Dias no domingo, numa casa desabitada no lugar da Portela, na freguesia de Moldes, estiveram mais de uma hora com o homicida.

A mulher foi a primeira a ser surpreendida e foi logo manietada. Mas os gritos fizeram com que Pedro Dias lhe colocasse uma batata na boca para a calar. O vizinho – jardineiro – que veio em seu auxílio também acabou sequestrado e amarrado por um lençol. O silêncio foi garantido com uma meia que o fugitivo lhe pôs na boca.

Antes de fugir com o carro do jardineiro, Pedro Dias pediu dinheiro. Mas só conseguiu pouco mais de cinco euros, o montante que as vítimas tinham nos bolsos. No entanto, levou documentos do homem e mantimentos, que colocou no veículo usado para fugir – a carrinha Opel Astra que abandonou em Vila Real.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub