Sub-categorias

Notícia

Instituto de Telecomunicações confirma faltas graves na rede SIRESP

Documento recomenda implementação "o mais rapidamente possível" de uma solução de redundância para as ligações.
Por Lusa|09.08.17
  • partilhe
  • 2
  • +

O Instituto de Telecomunicações considera que existiram "faltas graves" na rede SIRESP (comunicações de emergência), com cortes prolongados no funcionamento normal do sistema, quando do incêndio de junho em Pedrógão Grande, do qual resultaram 64 mortes.

A propósito do incêndio o Ministério da Administração Interna pediu ao Instituto de Telecomunicações (que junta nove instituições com experiência em investigação e desenvolvimento no domínio das telecomunicações) um estudo sobre o funcionamento do Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP) em situações de acidente grave ou catástrofe.

No relatório, com data de 31 de julho mas só esta quarta-feira tornado público na página oficial do Governo na internet, afirma-se que existiram faltas graves na rede, com cortes prolongados no funcionamento normal do sistema nas áreas cobertas pelas estações base de Pedrógão Grande (39 horas de corte), Figueiró dos Vinhos (41 horas), Serra da Lousã (67 horas), Malhadas (66 horas) e Pampilhosa da Serra (70 horas).

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub