Sub-categorias

Notícia

Houve mortes por atraso no socorro em Pedrógão Grande

Declarações do investigador Xavier Viegas.
Por Lusa|07.12.17
  • partilhe
  • 2
  • +

Algumas das pessoas que acabaram por morrer devido ao incêndio de junho, em Pedrógão Grande, teriam sobrevivido se não tivesse havido atraso dos meios de socorro, disse esta quinta-feira o investigador Xavier Viegas.

Nalguns dos casos de pessoas que perderam a vida naquele fogo, no dia 17 de junho, houve "demora no socorro e no tratamento médico", reiterou Domingos Xavier Viegas, líder da equipa da Universidade de Coimbra (UC) que elaborou um relatório sobre a tragédia, encomendado pelo Governo.

"Creio que algumas vítimas que acabaram por falecer talvez sobrevivessem" se os meios de socorro tivessem chegado aos locais mais rapidamente, disse.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub