Sub-categorias

Notícia

Perde as duas filhas após morte de bebé

Sónia Vale, mãe da bebé de dois meses que morreu em Maio do ano passado após uma queda suspeita na casa da família em Fão, Esposende, perdeu definitivamente a custódia das outras duas filhas, de dois e quatro anos. A menina mais nova, que já tem um cancro e esteve internada no IPO do Porto, ficará ao cuidado de familiares. Já a irmã continuará numa instituição, com vista a ser adoptada.

12.06.11
  • partilhe
  • 0
  • +
Perde as duas filhas após morte de bebé
Funeral de Maria de Fátima, bebé de dois meses que morreu em 2010, emocionou a comunidade de Fão Foto Nuno Fernandes Veiga

As duas crianças, que foram alvo de negligência em casa e maltratadas, já tinham sido colocadas temporariamente numa instituição, seis meses antes da morte da irmã Maria de Fátima, que faleceu após ter caído do colo da mãe. Após a tragédia, o tribunal decidiu entregar a menina mais nova ao cuidado dos familiares e promover a adopção da mais velha. Sónia recorreu para o Tribunal da Relação de Guimarães, que veio agora confirmar a decisão.

"Os factos provados evidenciam que a progenitora criou uma situação de perigo grave para a segurança, saúde, formação e desenvolvimento das menores. Insultava as crianças e aquelas apresentavam diversos hematomas e nódoas negras", diz o acórdão da Relação, a que o CM teve acesso.

Segundo o acórdão, Sónia sempre descurou a educação das filhas. As meninas andavam com a roupa suja e com mau cheiro, não tinham refeições diárias e a mais velha não conseguia alimentar-se sozinha. Devido à falta de higiene, as crianças tinham também piolhos.

Após as filhas terem sido retiradas a primeira vez, em Outubro de 2009, Sónia ainda tentou arranjar um emprego, mas na altura estava já grávida de Maria de Fátima. Dois meses após o nascimento, a criança acabou por morrer em casa. Sónia disse às autoridades que se desequilibrou e que a bebé caiu-lhe do colo. No entanto, a mulher apenas chamou os bombeiros duas horas depois da tragédia, o que levantou suspeitas às autoridades.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub