Sub-categorias

Notícia

PGR diz que não detetou irregularidades nas adoções da IURD

Joana Marques Vidal intreviu num dos processos de adoção, mas não se deteteram situações "menos claras".
Por Lusa|12.01.18
PGR diz que não detetou irregularidades nas adoções da IURD

A Procuradoria-Geral da República (PGR) esclareceu esta sexta-feira que foi "localizada" a intervenção da atual procuradora-geral, Joana Marques Vidal, no processo ligado ao caso das adoções pela IURD, e que não detetou qualquer circunstância "menos clara".

"Da análise dos elementos constantes destes processos tutelares, onde por decisão judicial anterior as crianças tinham ficado ao cuidado de determinada pessoa, não resultaram quaisquer factos que confirmassem o alerta recebido", refere em comunicado a PGR.

Segundo a PGR, não se inferiu também qualquer circunstância menos clara das diligências realizadas no processo de confiança judicial em que a agora PGR teve intervenção, entre as quais se incluiu a citação da mãe biológica, bem como da documentação constante do mesmo.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub