Sub-categorias

Notícia

PJ deteve homem suspeito de atear fogos florestais em Miranda do Corvo

Em 2017, a PJ já identificou e deteve 53 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.
09.08.17
Um homem de 58 anos foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita da prática de dois crimes de incêndio florestal no concelho de Miranda do Corvo, distrito de Coimbra, no último domingo, foi esta quarta-feira anunciado.

Segundo um comunicado da Diretoria do Centro, o detido é suspeito de ter ateado um fogo em Godinhela, pelas 02h00, e outro em Albarrol, cerca das 13h00, que destruíram uma área de mato, pinheiros e eucaliptos de 2.000 e 100.000 metros quadrados, respetivamente.

"O primeiro incêndio ocorreu na noite de sábado para domingo quando o detido se deslocava do local onde estivera a ingerir bebidas alcoólicas para a sua residência", explica a nota.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub