Sub-categorias

Notícia

PJ investiga morte de bebé em creche ilegal

A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar a morte da bebé de 16 meses que se afogou no lago ornamental de uma vivenda de São Brás de Alportel, no Algave, que funcionava como creche ilegal.
15.06.11
  • partilhe
  • 0
  • +
PJ investiga morte de bebé em creche ilegal
A bebé de 16 meses morreu por afogamento num lago ornamental desta vivenda, em São Brás de Alportel Foto Nuno Jesus / Correio da Manhã

A investigação do caso pelos inspectores da PJ foi confirmada à Lusa por fonte do Ministério Público, depois de o Hospital de Faro o ter informado do óbito e de ter ordenado a realização de autópsia.

Também esta quarta-feira, o presidente do Instituto de Segurança Social, Edmundo Martinho, confirmou que a creche ilegal foi mandada encerrar.

"A Segurança Social assegurou-se que aquele espaço [a vivenda], não funciona mais como local de acolhimento de crianças, pois não há registo nenhum de que aquela residência particular fosse uma creche", afirmou.

Segundo a Lusa, a proprietária da vivenda está a receber apoio psicológico por ter ficado em estado de choque com a notícia da morte da menina que estava ao seu cuidado. A ama tomava igualmente conta outras cinco crianças com idades inferiores aos dois anos.

Os pais destas crianças estão a ser apoiados pela Segurança Social para que, juntos, encontrem uma solução para a guarda dos filhos, adiantou Edmundo Martinho.

 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub