Sub-categorias

Notícia

PJ procura cúmplice do homicida da Beira

Autoridades suspeitam de que Pedro Dias está a ter ajuda para conseguir esconder-se.
Por Tânia Laranjo|16.10.16
Não há notícia do roubo de qualquer viatura em São Pedro do Sul e não é provável que Pedro Dias tenha conseguido sair da serra da Freita a pé. Deverá ter tido ajuda. Esta é uma das convicções da Polícia Judiciária da Guarda, que admite a existência de pelo menos um cúmplice. Poderá ser algum familiar ou alguém com quem Pedro Dias se tenha cruzado no mundo do crime. Aí, teria uma forma de fazer pressão extra.

Caso seja apanhado, será condenado a 25 anos de cadeia pela tragédia em Aguiar da Beira. Nada tem a perder, mas haverá quem tenha a ganhar se se mantiver a monte.

A verdade é que este caso é diferente do da fuga de Manuel Palito, ocorrida também em Viseu. Aí, sempre foi líquido que se mantinha escondido nos montes e nem sequer era previsível que voltasse a disparar. Foi preso a chegar a casa, cansado por fugir e por viver ao frio e à chuva. Estava esgotado.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub