Sub-categorias

Notícia

Planeia morte dos pais no interior da cadeia

Rui Barata queria matar os pais para receber a herança.
Por Nelson Rodrigues|15.11.17
Rui Barata, 47 anos, queria a todo o custo que os pais morressem para receber a herança. Após saber que o jovem que tinha contratado para assassinar o pai, de 79 anos, e a mãe, de 68, não tinha conseguido executar o crime que tinham planeado, a 22 de novembro do ano passado, em Mindelo, Vila do Conde, o arguido insistiu.

As mortes deveriam ocorrer ainda naquele dia e sem falhas. Só que Rui e Paulo Gomes, de 23 anos, foram detidos pela PJ. Ontem, durante a leitura do acórdão, no Tribunal de Matosinhos, a juíza presidente disse que ficou ainda provado que, mesmo na cadeia, Rui Barata persistia em querer matar os progenitores.

"O Paulo soube na cadeia que o Rui tinha falado com um recluso para tratar do crime e que continuava decidido a encomendar a morte dos pais. Isso ficou provado em julgamento", disse António Archer, advogado de Paulo Gomes - condenado a nove anos e nove meses de cadeia por tentativa de homicídio qualificado e roubo agravado. Já Rui Barata, o mandante, apanhou oito anos e oito meses de prisão.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub