Sub-categorias

Notícia

Populares contra “caça à multa”

"Caça à multa." É assim que residentes e empresários de Albufeira caracterizam a postura da GNR local há alguns meses. Desagradados, puseram a circular um abaixo-assinado onde denunciam a situação e requerem, por outro lado, maior atenção à segurança e ao combate ao crime.
07.02.11
  • partilhe
  • 0
  • +
Populares contra “caça à multa”
A GNR admite que em Dezembro em Albufeira foram instaurados 207 autos e 465 em Janeiro Foto direitos reservados

"O número de multas aumentou de forma drástica desde o fim de Setembro. Isto coincidiu com a mudança no Comando do Destacamento Territorial", diz um dos promotores do abaixo-assinado, que já conta com 205 assinaturas. "Os militares actuam como uma vassoura, passam e levam tudo à frente", acusa.

Para este homem, taxista há 32 anos em Albufeira, a GNR está a actuar de uma forma "nunca vista" na cidade . "Multam por tudo e por nada e a verdade é que Albufeira não dispõe de estacionamento suficiente para os carros que tem", e defende que "esta atitude da GNR em nada beneficia a cidade, devia era apanhar os criminosos".

A preocupação encontra eco no presidente da autarquia local. Escusando-se a comentar directamente a questão das multas, Desidério Silva frisa que "a GNR deve funcionar numa perspectiva de prevenção e de policiamento de proximidade e ter efectivos suficientes para tal".

O Comando da GNR na região nega, contudo, qualquer "caça à multa" em Albufeira. "Em Dezembro, foram instaurados 207 autos e em Janeiro 465", garante. Admite um "aumento do número de autos", em resultado de mais acções de fiscalização. E frisa ser o "estacionamento abusivo, sobretudo em cima de passeios", uma "preocupação acrescida da GNR".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub