Portugal regista 30 mil incêndios urbanos em cinco anos

Só em 2017 morreram 27 pessoas em fogos que ocorreram, na sua maioria, em habitações.
16.07.18
A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) registou perto de 30.000 incêndios urbanos em Portugal continental nos últimos cinco anos, a maioria em habitações (mais de 26.000), enquanto no setor da indústria, oficinas e armazéns ocorreram cerca de 3.400.

Em 2017, ocorreram 5.393 incêndios habitacionais no continente, os quais provocaram 27 mortos e mais de 600 feridos, enquanto os 720 fogos registados pela ANPC como ocorrências em indústria, oficina e armazéns fizeram um morto e 47 feridos.

Analisando os dados dos últimos cinco anos (2013 a 2017) registados pelo Sistema de Apoio à Decisão Operacional (SADO), verifica-se que não existem grandes oscilações relativamente ao número de incêndios, mas os anos de 2013 e 2017 foram os que tiveram mais sinistros.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!