Sub-categorias

Notícia

Prisão para dois GNR

Oficial e cabo condenados por crimes de corrupção.
Por Alexandre M. Silva|14.07.17
Dois militares da GNR, um dos quais tenente-coronel em Portalegre, foram ontem condenados a oito e a sete anos de prisão, respetivamente, por crimes de corrupção. O tribunal desta cidade aplicou ainda penas suspensas a outros dois militares e a mais 13 civis, a maioria empresários.

Os militares estavam acusados de serem pagos por estes comerciantes com vinho, jantares e serviços sexuais, em troca de informações sobre ações de fiscalização. 
Prisão para dois GNR


O chefe deste esquema de corrupção era o tenente-coronel Jorge Ferrão. Além da pena de cadeia de oito anos ficou ainda proibido de exercer funções durante três anos. Joaquim Santos, cabo da GNR no posto fiscal de Elvas, foi condenado a sete anos de prisão. Os advogados destes dois arguidos vão agora recorrer da sentença.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub