Sub-categorias

Notícia

Prisão preventiva para alegado incendiário em Cabeceiras de Basto

Homem terá atuado "num quadro de consumo excessivo de bebidas alcoólicas e desavenças familiares".
13.10.17
  • partilhe
  • 0
  • +
O Tribunal Judicial de Cabeceiras de Basto, distrito de Braga, aplicou esta sexta-feira prisão preventiva a um homem de 56 anos, suspeito do crime de incêndio florestal, informou fonte policial.

O homem foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) de Braga e, segundo esta força, terá atuado "num quadro de consumo excessivo de bebidas alcoólicas e desavenças familiares".

O incêndio registou-se em Cabeceiras de Basto, face à EN-205.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub