Sub-categorias

Notícia

Privado vai explorar porto durante 35 anos

Equipamento concessionado à empresa Verbos do Cais, criada em dezembro de 2016.
Por Rui Pando Gomes|17.06.17
  • partilhe
  • 0
  • +
Privado vai explorar porto durante 35 anos
Porto de recreio tem atualmente 299 lugares e poderá vir a atingir, no futuro, os 500 postos de amarração Foto André Cravinho
O porto de recreio de Olhão vai ser ampliado e concessionado durante 35 anos, num investimento a rondar os 3,35 milhões de euros. A assinatura do contrato de concessão para requalificação, modernização e exploração foi assinado ontem com a Docapesca.

O equipamento náutico foi entregue à empresa Verbos do Cais, que tem sede em Olhão e foi criada em dezembro do ano passado. O contrato de concessão resulta de um concurso público que começou a ser preparado em julho de 2016. Já tinha sido inicialmente aberto em 2009 mas a concessão nunca foi entregue, devido ao longo processo de extinção do antigo Instituto Portuário de Transportes Marítimos.

Agora, oito anos depois, o concessionário ganha o direito a explorar o porto de recreio durante 35 anos e a gerir o espaço. Em contrapartida, fica obrigado a investir 3,35 milhões de euros para ampliar o equipamento náutico e terá de pagar uma taxa fixa e outra variável, tendo em conta os lucros que forem atingidos.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub