Sub-categorias

Notícia

Promoções para 684 não travam ‘manif’ da GNR

Conselho de Ministros aprovou promoções de guardas, sargentos e oficiais.
Por Miguel Curado e João Tavares|18.05.17
Um despacho conjunto dos ministérios da Administração Interna e das Finanças levou à promoção de 684 militares das três classes da GNR (guardas, sargentos e oficiais), que aguardavam desde janeiro pela ascensão profissional. A medida, ontem aprovada em Conselho de Ministros, surge a apenas uma semana de uma manifestação convocada por duas associações da GNR, que já anunciaram que não vão desconvocar o protesto.

684 militares da GNR vão ser promovidos
A Associação dos Profissionais da GNR (APG), uma das entidades que participarão no protesto de 24 de maio, em Lisboa, frisou "o atraso de cinco meses nas promoções". "Ficaram de fora cerca de 1200 profissionais das classes de guardas, sargentos e oficiais. Além disso, os 684 agora promovidos não vão receber retroativos", disse César Nogueira, presidente da APG.

Já José Lopes, presidente da Associação Nacional de Sargentos da GNR, que também participa no protesto de 24 de maio, considera que estas promoções "são uma discriminação".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub