Sub-categorias

Notícia

PSP pede 200 agentes e carros para patrulha

Miguel Mendes garante que a segurança do distrito ficará em causa se o efetivo não for reforçado.
Por Ágata Rodrigues|09.08.17
PSP pede 200 agentes e carros para patrulha
Constança Urbano de Sousa, ministra da Administração Interna, passa revista às forças em parada nos Aliados Foto José Coelho / Lusa
"Em 1948, tínhamos 1322 elementos, e o efetivo atual para as mesmas áreas funcionais de comando e apoio é de 1349 elementos". O lamento foi deixado por Miguel Mendes, comandante da PSP do Porto, à ministra da Administração Interna, ontem, durante as comemorações do 150º aniversário do Comando Metropolitano do Porto da PSP. A governante garantiu que estão a ser pensadas novas admissões.

Em 70 anos, o efetivo da PSP do Porto aumentou apenas 27 agentes no terreno. Mas as críticas apontaram também para a falta de viaturas para patrulhar a zona do Grande Porto. "Sempre que é necessário levar um preso a Tomar, há menos um carro a fazer segurança no distrito", indicou Miguel Mendes. Avisou ainda que "muitas coisas vão ficar por fazer", caso o Comando da PSP não receba pelo menos 200 elementos para o efetivo.

Por fim, o comandante observou que não pode exigir mais aos seus agentes, num lamento dirigido também à Direção Nacional da PSP.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub