Queimaduras fora do seguro

As apólices dos seguros de vida dos bombeiros profissionais "não contemplam as queimaduras". A denúncia foi feita ontem por Fernando Curto, presidente da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais (ANBP), explicando que "há um desfasamento entre as necessidades específicas dos bombeiros e a lei, não por culpa das câmaras municipais, mas por falta de legislação". Por isso, e aproveitando a revisão do Regime Jurídico do sector, que está actualmente a ser feita pelo Governo, os bombeiros profissionais pretendem que também inclua uma "uniformização dos seguros".
12.02.11
  • partilhe
  • 0
  • +
Queimaduras fora do seguro
Seguros não contemplam queimaduras sofridas pelos bombeiros Foto Nuno Fernandes Veiga

Para que sejam ouvidos, os bombeiros profissionais estão a expor as várias situações às autarquias para que apresentem propostas ao Governo. "Neste momento há bombeiros profissionais de câmaras municipais em que a apólice de seguros não prevê queimaduras", diz Fernando Curto.

Considerando a situação como "anedótica", o presidente da ANBP explica ao CM que o problema é que "no momento em que o bombeiro sofre um acidente, seja de que tipo for, o tratamento é pago na íntegra. Mas se for necessário fazer mais tratamentos, como fisioterapia, e mais acompanhamento medicamentoso ou hospitalar, o seguro já não paga. E isto porque já não é considerado acidente ao serviço". Fernando Curto defende que "o valor humano é igual para todos, bombeiros ou não".

Também os voluntários defendem uma uniformização dos seguros. Duarte Caldeira, presidente da Liga Portuguesa dos Bombeiros Voluntários, explica ao CM que "se o seguro serve para minimizar os danos sofridos pelos bombeiros acidentados, então deve-se caminhar para a uniformização dos seguros".

Duarte Caldeira defende que "o valor humano do bombeiro profissional é igual ao valor humano do bombeiro voluntário, assim como de qualquer cidadão".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!