Sub-categorias

Notícia

Queixa faz cair conta de 500 euros para metade em restaurante polémico

Casal de Leste reclamou preços do Made in Correeiros, na baixa de Lisboa, e chamou a PSP.
Por Tânia Laranjo|11.08.17
Queixa faz cair conta de 500 euros para metade em restaurante polémico
O casal de Leste foi confrontado com uma conta de 500 euros. Tinha sido um jantar normal, no centro de Lisboa, que ficava duas vezes mais caro do que a viagem de avião que o casal tinha feito para chegar de férias ao nosso País, recentemente. Não aceitaram; reclamaram de imediato. Opuseram-se mesmo a pagar a conta e chamaram a polícia. A PSP, no local, enquadrou mais este caso, que envolve o restaurante Made In Correeiros, como sendo uma burla.

A participação policial dá conta de que todos os pressupostos do crime estão lá. Até o aliciamento ao cliente, que é feito à porta, sem que os preços sejam mostrados. A tensão instalou-se e os proprietários do restaurante aceitaram depois descer a conta para metade. Mas mesmo assim o casal de Leste sentiu-se lesado. E manteve a queixa.

São cerca de 20 os registos existentes contra um dos sócios do restaurante, de nome Tiago Ribeiro. A maioria são queixas por burla, de clientes que reclamam que foram enganados. Há ainda queixas por especulação.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De AVATAR00711.08.17
    Como e que vigaristas deste género podem ter um restaurante. Fora estes ladrões que só fazem fraca publicidade o nosso país e a todos os comerciantes honestos.
3 Comentários
  • De tojornais11.08.17
    O carteirista continua com as casas abertas e a roubar os clientes. Só pode ser político banqueiro juiz ou pertencer ao estado.
    Normal em Portugal estes casos pois ladrão nunca é preso por roubar porque vem logo um escritório de advogados defender o cliente e se tal for necessário arranja-se uma lei
    Responder
     
     0
    !
  • De  Anónimo 11.08.17
    Esta gente é só sacar dinheiro aos clientes. Fazem-me lembrar a Portvias que cobram aos utentes das autoestradas penalizações coercivas a que não têm direito. Um alerta aos utentes das autoestradas concessionadas Portvias. Peça declaração nos CTT da sua presença para pagamentos de portagens.
    Responder
     
     0
    !
  • De AVATAR00711.08.17
    Como e que vigaristas deste género podem ter um restaurante. Fora estes ladrões que só fazem fraca publicidade o nosso país e a todos os comerciantes honestos.
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub