Reclusos que provocaram distúrbios em cadeia de Lisboa fechados na cela o dia todo

Destruíram caixotes do lixo, deitaram a comida para o chão e vandalizaram o refeitório.
Por Lusa|11.02.18
Os mais de 200 reclusos que no sábado provocaram distúrbios no Estabelecimento Prisional de Lisboa estão hoje fechados nas celas e o grupo de intervenção policial dos serviços prisionais está de prevenção em Monsanto, disse fonte sindical à Lusa.

O presidente do Sindicato Independente do Corpo da Guarda Prisional (SINCGP), Júlio Rebelo, adiantou que a situação continua instável no Estabelecimento Prisional de Lisboa (EPL) com os mais de 200 reclusos da ala E fechados na cela o dia todo, sem sair para comer as refeições.

Júlio Rebelo disse também que o grupo de intervenção policial dos serviços prisionais, com cerca de 20 elementos, está de prevenção no Estabelecimento Prisional de Monsanto.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!