Reforço policial nas fronteiras

Agentes da PSP com pistolas-metralhadoras nos aeroportos.
Por Miguel Curado e S.C.|15.11.15
  • partilhe
  • 0
  • +
Reforço policial nas fronteiras
PSP, SEF e GNR aumentam nível de alerta Foto CMTV
Fronteiras da Europa devem ser fechadas?
A subida do nível de alerta antiterrorista em Portugal foi imediata logo após os atentados de sexta-feira à noite em Paris, França. Nos principais aeroportos, os agentes da PSP passaram a envergar coletes balísticos e reforçaram o armamento, com o uso de pistolas-metralhadoras.

A decisão veio do gabinete do Ministro da Administração Interna, Calvão da Silva, e visa dotar a PSP de meios para enfrentar ameaças logo à chegada a Portugal. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, primeira barreira que os estrangeiros enfrentam nos aeroportos, não alterou, para já, os procedimentos de trabalho.

Também as embaixadas de França, Reino Unido, Estados Unidos, Espanha e Alemanha em Lisboa viram as respetivas seguranças reforçadas. Estas representações são normalmente vigiadas por um agente em quatro turnos diários de seis horas, mas passaram desde este sábado a ser vigiadas por dois. As patrulhas automóveis vão reforçar a periodicidade.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!