Sub-categorias

Notícia

Reformado da GNR apanhado a roubar

Reformado da GNR há cerca de dois anos, Jorge Vicente, 54 anos, dedicou-se ao furto de carteiras. Comprou uma autocaravana e, com a esposa, percorria as feiras e mercados do País. Em Agosto, o casal, residente no Entroncamento, foi detido pela GNR, em Caminha, com 17 mil euros. O militar foi reconhecido por antigos colegas do posto da GNR de Santarém, onde prestou serviço. Está em parte incerta.
15.09.12
Reformado da GNR apanhado a roubar
O comando-geral da GNR já abriu um processo disciplinar a Jorge Vicente, o militar na reforma que em Agosto foi preso em Caminha por suspeitas de furtos de carteiras Foto D.R.

A GNR já abriu um processo disciplinar para expulsar o antigo militar, que deixará de receber a pensão de reforma de cerca de 1300 euros.

Jorge Vicente foi detido em flagrante, após sete queixas por furtos de carteiras na feira de Caminha, a 22 de Agosto. Numa busca realizada à autocaravana, que o casal utilizava para fazer as deslocações, o Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Viana do Castelo apreendeu 17 mil euros em notas de 5, 10 e 20.

No interior da viatura, que não ficou apreendida por estar registada em nome da filha menor, a GNR apreendeu diverso vestuário de dissimulação, chapéus e lenços, que Jorge Vicente e a mulher, de 50 anos, utilizavam na prática dos crimes.

O casal acabou por ser libertado, por ordem do Tribunal de Caminha, com a medida de coacção mais leve – Termo de Identidade e Residência. Não voltaram a ser encontrados.

Foi uma fotografia, que o NIC de Viana divulgou internamente, que permitiu o reconhecimento do guarda. Antigos colegas de um posto da GNR, em Santarém, onde Jorge Vicente prestou serviço, reconheceram--no de imediato, lançando um alerta a nível nacional.

Enquanto esteve no activo, Jorge Vicente enfrentou vários processos por furto e desvio de dinheiro. Todos foram arquivados.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
25 Comentários
  • De Paulo16.09.12
    Para todos os ignorantes: os militares da GNR reformavam-se mais cedo e bem, porque voces trabalham 40 horas semanais. Os funcionarios publicos trabalham 36 horas e os militares da GNR 60/70 horas semanais
    Responder
     
     0
    !
  • De kukú16.09.12
    Fo..-se ganhan e receben grojectas para nao passarem multas ou para se calarem ,pena de morte ainda éra pouco.
    Responder
     
     0
    !
  • De Santos15.09.12
    sr. anónimo das 17h25, os fulanos da GNR não ganham muito bem, ao contrário do que pensa! E este individuo já não era militar, trata-se de um cidadão comum. Este furtos 17mil€. E quem rouba milhões voçe diz alguma coisa?
    Responder
     
     2
    !
  • De bruno15.09.12
    Para certos ignorantes como o Sr. FS, que diz, que são o espelho a corporação, devia estar calado. Sou GNR e com orgulho e não me revejo em nada neste senhor, mas para o Sr. FS, o espelho deve ser o que tem em casa.
    Responder
     
     2
    !
  • De F.J.15.09.12
    Reformou-se aos 52 anos, ganha uma pensão de 1300€ e anda a roubar... Oh sorte!
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub