Sub-categorias

Notícia

Repatriamento de portugueses das Caraíbas ainda não se realizou

Ministro dos Negócios Estrangeiros diz que operação "demorará o tempo que for necessário".
Por Lusa|13.09.17
O ministro dos Negócios Estrangeiros garantiu esta quarta-feira que a operação de repatriamento de portugueses nas zonas afetadas pelo furacão Irma vai durar "o tempo que for necessário", salientando a presença de governantes no terreno para agilizar as operações.

"A operação demorará o tempo que for necessário", vincou Augusto Santos Silva, à margem de uma apresentação do novo ano letivo do ensino do português no estrangeiro, que decorreu esta manhã no Instituto Camões.

"Temos medidas de contingência preparadas para todo e qualquer incidente que possa atingir os residentes portugueses no estrangeiro, e neste caso a devastação do furacão Irma na ilha de São Martinho e São Bartolomeu atingiu com severidade uma comunidade portuguesa e recebemos pedidos de repatriamento de algumas dezenas de membros dessas comunidades, sobretudo mulheres e crianças, filhos de portugueses que trabalham nessas duas ilhas", explicou o ministro.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

Cm ao Minuto

Detido por atacar sete taxistas

Detido por atacar sete taxistas

Homem, detido pela Investigação Criminal da PSP de Lisboa, viajava sempre no banco traseiro e agarrava os motoristas por trás.

pub