Santarém faz novo leilão para vender bairro militar

Autarquia propõe um valor base de licitação de cada um dos prédios de 375 mil euros.
Por Cláudia Machado|11.02.18
Santarém faz novo leilão para vender bairro militar
Edifícios situados no bairro militar estão degradados e têm sido alvo de vandalismo, o que tem dificultado a venda Foto João Nuno Pepino
A Câmara de Santarém volta a tentar vender os edifícios da antiga Escola Prática de Cavalaria (EPC), localizados junto a uma das entradas da cidade, no dia 23 deste mês. A autarquia organiza um leilão, pelas 10h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, onde se propõe entregar cada um dos quatro prédios pelo valor base de licitação de 375 mil euros. O objetivo é arrecadar 1,5 milhões de euros com a venda.

A alienação do bairro militar, cujos blocos de apartamentos serviam de residência a sargentos e oficiais do Exército, é um desejo antigo da Câmara de Santarém, que se tornou proprietária dos imóveis em 2011, após ter adquirido os terrenos da antiga EPC à Estamo, por 16 milhões de euros. Em janeiro do ano passado, uma hasta pública para venda de dois dos prédios ficou deserta. Nessa altura, a autarquia propunha a entrega de cada imóvel por 536 mil euros. Por falta de interessados no negócio, o município decidiu avançar para uma redução em 30% do preço. Caso a hasta pública volte a ficar deserta, o valor base deverá voltar a sofrer um corte de 30%.

A venda do antigo bairro militar estará também a ser dificultada pelo estado de degradação dos edifícios, que têm sido alvo de atos de vandalismo. Tudo o que poderia ter algum valor, como cabos de cobre, portas, torneiras e instalações elétricas, já foi roubado. No âmbito do leilão, a autarquia promove uma visita para interessados nos imóveis no dia 16, sexta-feira, entre as 9h30 e as 12h30, mediante um agendamento prévio. Os possíveis compradores têm até dia 20, às 16h30, para enviar uma proposta de compra à autarquia.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!