Sub-categorias

Notícia

"Se não fosse ele eu já não estaria vivo"

Jovem de 20 anos tinha ido apanhar bola ao mar, na praia do Barranco das Belharucas.
Por Ana Palma|12.08.17
"Devo-lhe a vida. Se não fosse ele, eu já não estaria aqui hoje, vivo". Para André Novais, de 20 anos, do Porto, que esteve quase a morrer afogado na praia do Barranco das Belharucas, em Albufeira, ao fim da tarde do dia 1 de agosto, a pronta atuação de Duarte Coelho, militar da GNR no Posto de Trânsito de Ourique e nadador-salvador em part-time naquela praia foi crucial.
"Se não fosse ele eu já não estaria vivo"

"Eu estava a jogar à bola com um amigo e a bola foi parar à água. Fui buscá-la e acabei por ficar sem forças. Gritei a pedir socorro e tentei, com muita dificuldade, manter-me à tona de água. Então o Duarte chegou perto de mim e salvou-me. Foi um enorme susto", relatou ontem a vítima ao CM.

"Ele tinha ido atrás da bola, que, como estava vento norte, estava a ser empurrada cada vez para mais longe, no mar. Quando gritou a pedir ajuda, pelas 19h15, estava já a cerca de 150 metros da praia", contou por sua vez, ao CM, Duarte Coelho.

O GNR e nadador-salvador explicou que o jovem "não tinha muita confiança na sua natação e entrou em pânico".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub