Sub-categorias

Notícia

Segurança Social deteta crime em IPSS de Tavira

Auditoria detetou contratos laborais suspeitos com pessoas que geriam a fundação.
Por Tiago Griff|14.07.17
  • partilhe
  • 1
  • +
Segurança Social deteta crime em IPSS de Tavira
Foto Nuno Alfarrobinha
A Segurança Social concluiu que há indícios de crime de participação económica em negócio na instituição particular de solidariedade social (IPSS) Fundação Irene Rolo, e vai enviar ao Ministério Público de Tavira as conclusões de uma auditoria realizada à instituição.

Segundo as conclusões da Unidade de Fiscalização do Algarve da Segurança Social, a que o CM teve acesso, foram detetados "indícios de crime de participação económica em negócio", depois de verificar "a existência de contratos de natureza laboral" entre membros dos corpos gerentes e a instituição, quando, em junho de 2007, a IPSS celebrou uma prestação de serviços com o seu então presidente do conselho de administração, José da Silva Marques, para coordenar o curso de formação de adultos.

Além deste alegado crime, as conclusões também apontam para irregularidades no pagamento dos subsídios de refeição a funcionários da Fundação Irene Rolo que almoçavam na instituição ou de ajudas de custo de elementos da administração, aprovadas pelos próprios, quando estão legal e estatutariamente impedidos de o fazer.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub