Sub-categorias

Notícia

Seis vão responder por tiroteio na estação

Divergência entre grupos rivais levou à troca de tiros, que terminou com um jovem baleado.
Por Tiago Griff|20.05.17
  • partilhe
  • 2
  • +
Seis vão responder por tiroteio na estação
Polícia Judiciária tomou conta da investigação ao tiroteio ocorrido junto à estação de Olhão Foto Luís Costa
Seis arguidos estão a responder, no Tribunal de Faro, pelo tiroteio que aconteceu há dois anos perto da estação de comboios de Olhão, no qual um jovem foi baleado na cabeça.

A vítima sobreviveu ao ataque e pede uma indemnização por sequelas deixadas pelos ferimentos. Tudo terá começado num ajuste de contas entre grupos na sequência de negócios de tráfico de droga.
Julgados autores do tiroteio da estação de comboios de Olhão


O caso remonta ao dia 15 de setembro de 2015, na estação de comboios de Olhão. Segundo a vítima, agora com 25 anos, contou esta quinta-feira à tarde em tribunal, na primeira sessão do julgamento, aconteceu "tudo muito rápido".

"Tinha vindo de Faro com um amigo [um dos arguidos] e fui fumar haxixe para aquele local. De repente, comecei a ouvir tiros e corri em direção ao bar da estação. Quando lá cheguei, levei a mão à cabeça e estava cheio de sangue", contou o jovem, que foi transportado para o hospital de Faro com ferimentos na cabeça resultantes dos disparos, mas que acabou por ter alta nesse mesmo dia.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub