Sub-categorias

Notícia

Sete anos de prisão para homem que abusou de irmã durante quase 30 anos

Homem residente em Arouca foi condenado pela prática de um crime de abuso sexual de pessoa incapaz de resistência.
Por Lusa|13.11.17
O Tribunal de Santa Maria da Feira condenou a sete anos de prisão um homem residente em Arouca por ter abusado sexualmente da sua irmã, deficiente mental, durante quase três décadas, informou hoje a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto.

De acordo com uma nota publicada na página oficial da PGD do Porto, na Internet, o indivíduo foi condenado pela prática de um crime de abuso sexual de pessoa incapaz de resistência.

O acórdão, datado de 22 de setembro de 2017, deu como provado que o arguido, ao longo de 27 anos, manteve relacionamento sexual com a sua irmã, "aproveitando-se da deficiência mental que a afetava e que a impedia de compreender a natureza e alcance de tal relacionamento".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub