Sub-categorias

Notícia

Sinal de luz não trava tragédia na praia da Caparica

Relatório preliminar aponta “silêncio” da aeronave como fator que contribuiu para as 2 mortes.
Por João Carlos Rodrigues|13.08.17
O silêncio total do Cessna que fez uma aterragem de emergência na Costa da Caparica e matou duas pessoas no passado dia 2 terá contribuído para o desfecho fatal.

De acordo com o relatório preliminar do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF), "a aeronave aproximou-se silenciosamente e a tripulação, por meio de acionamento das luzes, procurou chamar a atenção das pessoas na praia. Até à aterragem de emergência, o instrutor tentou arrancar o motor sem sucesso".

O mesmo relatório, divulgado na sexta-feira, aponta como causa da tragédia uma falha total do motor quatro minutos após a descolagem do aeródromo de Tires. Essa falha aconteceu na sequência de uma "corrente ascendente muito forte".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub