Sub-categorias

Notícia

Sofre queda mortal ao regressar do café

Joaquim Moreira, 44 anos, ter-se-á desequilibrado quando voltava a casa, durante a noite.
Por Mónica Ferreira|16.10.16
Sofre queda mortal ao regressar do café
Corpo da vítima foi encontrado de manhã e removido pelos bombeiros Foto Mónica Ferreira
O corpo de um homem de 44 anos foi encontrado, este sábado de manhã, na margem do rio Ferreira, em Lordelo, Paredes. Joaquim Moreira terá sofrido uma queda, ao que tudo indica, acidental, ao regressar a casa, provavelmente durante a noite anterior.

"Fomos alertados para uma queda na berma do rio. Quando chegámos, verificámos que já se encontrava em rigidez cadavérica", afirmou Pedro Alves, comandante dos Bombeiros de Lordelo, dando conta de que não havia indícios de crime e apontando para momentânea falta de equilíbrio ou a vítima ter escorregado como prováveis causas da queda.

Joaquim Moreira caiu de uma altura de cerca de cinco metros. Embateu depois com as costas no tronco de uma árvore. Desconhece-se a hora do acidente e em que circunstâncias aconteceu. Sabe-se, através de familiares do homem – que morava no centro de Lordelo, com os pais –, que era habitual, depois do jantar, ir tomar café a um estabelecimento próximo do local onde se deu a tragédia. Terá sido no regresso a casa que ocorreu o acidente que se revelou fatal.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub