Sub-categorias

Notícia

Suspeito de abuso sexual volta a ser detido pela PJ por coagir vítima

Detido, de 40 anos, foi presente às autoridades judiciárias, tendo ficado sujeito à proibição de contactos com a vítima.
Por Lusa|11.01.18
A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quinta-feira que deteve, pela segunda vez, na Covilhã, um um homem suspeito do crime de abuso sexual de crianças, que depois da primeira detenção começou a exercer coação psicológica sobre a vítima.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o Departamento de Investigação Criminal da Guarda esclarece que o homem está fortemente indiciado dos crimes de abuso sexual de crianças, de atos sexuais com adolescentes e de pornografia de menores, ocorridos na Covilhã entre agosto de 2016 e agosto de 2017.

"A atual detenção teve em vista a reapreciação da medida de coação de termo de identidade e residência que anteriormente lhe havia sido imposta, aquando da primeira detenção, uma vez que o mesmo indivíduo, tendo por referência os factos criminosos de que é suspeito, vinha, entretanto, protagonizando episódios consecutivos de coação psicológica sobre aquela mesma vítima, ameaçando-a com a prática de mal importante", aponta o comunicado da PJ.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub