Major Vasco Brazão volta a depor sobre armas de Tancos na terça-feira

Militar pediu para ser ouvido depois de ter dito que o ministro da Defesa sabia do plano de encobrimento.
Por Lusa|12.10.18
  • partilhe
  • 0
  • +

O antigo porta-voz da Polícia Judiciária Militar (PJM) major Vasco Brazão vai ser novamente inquirido, a seu pedido, no Departamento Central de Investigação e Ação Penal na próxima terça-feira, disse o seu advogado à agência Lusa.

Segundo o advogado Ricardo Sá Fernandes, Vasco Brazão pediu para ser novamente ouvido pelos procuradores responsáveis pela investigação do aparecimento das armas roubadas em Tancos, tendo sido esta sexta-feira notificado da data da inquirição.

O major Vasco Brazão, que se encontrava em missão na República Centro Africana, ficou em prisão domiciliária depois do primeiro interrogatório judicial.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!