Sub-categorias

Notícia

Terra desaba e mata emigrante de férias

Mãe de Domingos Gama ficou em estado de choque e foi hospitalizada. Caso ocorreu em Boticas.
Por Ana Borges Pinto|11.01.18
Domingos Gama estava a passar férias na terra natal de Sapelos, em Boticas, e iria regressar hoje à Suíça. O emigrante, de 47 anos, morreu esta quarta-feira, após ter ficado soterrado numa vala com cerca de cinco metros de profundidade, na sequência de um deslizamento de terras. A GNR está a investigar o caso.

A vítima estava, ontem, num terreno agrícola a aproximadamente 10 quilómetros da aldeia, juntamente com o pai, o irmão e outros familiares, onde realizavam trabalhos para exploração de uma nascente de água. "Eles estavam prestes a sair para irem almoçar quando a vítima decidiu descer à vala para ir ajeitar o tubo. No momento em que desceu, a terra desabou", explicou ao CM Carlos Gomes, comandante dos Bombeiros Voluntários de Boticas.

Quando os meios de socorro chegaram ao local, procederam à retirada imediata da terra. "A vítima tinha cerca de 70 centímetros de terra em cima. Com a ajuda da máquina giratória que estava no local fizemos remoção de terras, mas também com pás e sacholas, até encontrarmos o corpo", concluiu o comandante.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!