Terrorista exige retorno a Portugal

Abu Salem participou no atentado de 1993 em Bombaim, que fez 257 mortos.
Por João Carlos Rodrigues|11.02.18
O terrorista indiano Abu Salem, detido em Portugal e extraditado em 2005 para a Índia para responder por uma série de atentados à bomba que mataram 257 pessoas em Bombaim, em 1993, apresentou um apelo ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos para ser ‘devolvido’ a Portugal. O terrorista alega que a Justiça indiana violou as condições para a extradição.

Abu Salem afirma, numa petição de quatro páginas, que Portugal determinou a extradição para que fosse julgado por nove crimes, mas já foi indiciado e condenado por mais 32 crimes. A última condenação ocorreu em setembro, quando Abu Salem foi condenado a prisão perpétua pela participação nas mortes.

Dois outros homens foram condenados à morte. Valeu a Abu Salem o acordo exigido por Portugal para a extradição, que impedia a condenação à morte (pedida pelo Ministério Público indiano) e previa mais de 25 anos de prisão. Abu Salem foi detido em Lisboa em 2002, na posse de documentos falsos, na companhia da namorada, a famosa artista indiana Monica Bedi.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!