Sub-categorias

Notícia

“Tirou-lhe a fralda para abusar dela”

Tirou-lhe a fralda, esfregou e introduziu o pénis erecto no ânus da menina mantendo-o aí até ejacular, enquanto com a mão lhe tapava a boca para que não gritasse. Na manhã seguinte, repetiu os abusos. ‘Rita’, nome fictício, tinha apenas quatro anos. Com o trauma ficou incontinente e, devido às lesões da violação, perdeu o controlo das fezes.
09.05.10
  • partilhe
  • 0
  • +
“Tirou-lhe a fralda para abusar dela”
Foto Ricardo Cabral

O Ministério Público deduziu recentemente acusação contra o primo da menor, Rui Silva, um estudante de Gondiães, Vila Verde, que anteontem completou 20 anos e está em liberdade, depois de ter sido ouvido durante 12 horas por um juiz do Tribunal de Vila Verde. Apresenta-se à GNR três vezes por semana.

Tudo aconteceu há um ano, em Gondiães. Na noite de 19 de Março, Dia do Pai, ‘Rita’ dormiu em casa da tia e, porque estava muito frio, foi decidido que ficaria na cama do primo, na altura com 18 anos. O inesperado aconteceu. Foi abusada duas vezes. Rui Silva está acusado de um crime de abuso sexual de crianças agravado. O processo está em fase de instrução.

O caso foi denunciado às autoridades pela mãe. 'Fiquei em estado de choque quando ela me contou que tinha sido abusada', recorda ao CM a mãe, que começou por estranhar o comportamento da filha. 'Estava muito assustada e não permitia que lhe tocasse, mas o que mais estranhei foi que não continha as fezes', relata. Passado dois dias conseguiu que a filha lhe contasse o que se tinha passado. 'Pediu-me segredo porque não queria morrer', conta a mãe, em lágrimas, confessando ter ficado em pânico quando percebeu que a filha também foi ameaçada de morte com uma faca, apontada por Rui.

‘Rita’ foi levada ao Hospital de S. Marcos, onde se confirmaram os abusos e as lesões devido à violação. 'Ele tirou--lhe a fralda para a penetrar pela frente e por trás. Quando me contou, a minha filha disse que ‘a pilinha do Rui tinha deitado uma coisa branca. Se não fosse verdade, a minha menina não poderia saber isto', relata a mãe, indignada.

O agressor foi detido pela PJ a 22 de Abril de 2009. Está proibido de se aproximar da menor.

PORMENORES

VÃO A PÉ A FÁTIMA

Os pais da menina, juntamente com um grupo de outras 16 pessoas, estão a caminho do Santuário de Fátima para pedir que a menina 'esqueça tudo o que se passou', disse a mãe.

PEDÓFILO PAGA 6 MIL €

Rui Silva é proveniente de uma família modesta, mas escolheu para o defender Paula Godinho, do escritório de advogados de Artur Marques, em Braga. Só de caução, a família de Rui já terá pago seis mil euros ao escritório. 

ENVERGONHADA, CRIANÇA NÃO QUER IR À ESCOLA

O comportamento de ‘Rita’, desde que foi abusada, mudou radicalmente. A menina, que frequenta o jardim-de-infância, recusa-se a ir à escola, a maior parte das vezes por sentir vergonha. Está a ser acompanhada por uma psicóloga há mais de um ano.

Os pais, que tinham fixado residência numa freguesia de Vila Verde poucas semanas antes de os abusos acontecerem, tencionam abandonar a localidade quando o processo ficar concluído. 'Ele conseguiu destruir as nossas vidas e os nossos sonhos', disse a mãe.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub