Sub-categorias

Notícia

Travessia do compasso atrai multidão a Amares

Cinco embarcações atravessam rio Homem para levar compasso pascal a dois lugares da freguesia de Fiscal.
Por Fátima Vilaça|18.04.17
Travessia do compasso atrai multidão a Amares
Cinco embarcações ornamentadas com flores naturais transportam compasso entre as duas margens do rio Homem Foto Direitos Reservados
É uma tradição que ninguém consegue precisar há quanto tempo existe, mas que se mantém até hoje. Cinco barcos, engalanados com flores, atravessam as margens do rio Homem, na freguesia de Fiscal, no concelho de Amares, para levar o compasso pascal até aos lugares de S. Bento e S. Pedro. Era assim quando não existia ponte, mas mesmo após a construção, a tradição persiste. Um legado que atravessa os limites do concelho e que leva, todos os anos, milhares de pessoas às duas margens do rio.

O compasso, que sai sempre na segunda-feira de Páscoa, voltou a cruzar as margens ontem de manhã, ao som de foguetes, das campainhas abanadas por crianças e pela música da Banda de Cabreiros.

Cinco embarcações são retiradas do fundo do rio, uma semana antes, para serem limpas e ornamentadas com flores naturais para fazerem a curta travessia. À frente, seguem o pároco da freguesia, a mordoma com a cruz de Cristo, também ela bastante florida, e todos os elementos do compasso. Nas duas barcas seguintes, a Banda de Música de Cabreiros, que nunca pára de tocar. Outra das barcaças é para o fogueteiro, e uma última para fotógrafos e convidados.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub