Sub-categorias

Notícia

Tribunal de Coimbra adia sentença a liquidatários judiciais acusados de peculato

Arguidos, de 80 e de 49 anos, são suspeitos de se apropriarem de mais de 400 mil euros pertencentes à massa falida.
Por Lusa|06.12.17
  • partilhe
  • 1
  • +
O Tribunal de Coimbra adiou esta quarta-feira para dia 20 a leitura da sentença de dois liquidatários judiciais da fábrica de cerâmica Argus, de Coimbra, pronunciados pelo Ministério Público pelo crime de peculato.

O juiz Miguel Veiga efetuou esta quarta-feira um despacho judicial para o processo com alterações de factos "não substanciais", pelo que os assistentes têm um prazo de cinco dias para se pronunciarem, embora não alterem "a tipologia de crime".

Os arguidos, de 80 e de 49 anos, naturais do distrito de Leiria, são suspeitos de se apropriarem de mais de 400 mil euros pertencentes à massa falida, de acordo com a acusação do Ministério Público (MP).

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub