Sub-categorias

Notícia

“Um copito a mais”

Alcoolizado Apanhado a conduzir uma burra. Jorge Rodrigues tinha 2,84 g/l de alcoolemia e diz que beber o ajuda no trabalho agrícola.
14.08.10
  • partilhe
  • 0
  • +
“Um copito a mais”
Jorge Rodrigues e a mulher foram ontem à tarde buscar a burra ao sítio onde tinha ficado presa Foto Nuno André Ferreira

Jorge Rodrigues, 34 anos, o homem de Celorico da Beira apanhado a conduzir alcoolizado uma burra confessa: "Não foi a primeira vez que a GNR me mandou parar. Já algumas vezes me apanharam com um copito a mais."

O condutor, detido na quarta--feira à noite quando conduzia o animal com uma carroça atrelada, lamentou ontem a situação e disse ao CM temer não ter dinheiro para pagar a multa. O tribunal pode determinar uma pena de prisão até dois anos ou o pagamento de uma multa.

Jorge Rodrigues conduzia a burra com 2,84 g/l de alcoolemia, uma taxa considerada crime. "Se uma pessoa não bebe um copo de vinho parece que custa mais a trabalhar", argumenta o homem, que vai responder no Tribunal de Celorico da Beira no próximo dia 19.

A burra, com a qual, na companhia da sua mulher, Maria Conceição, 50 anos, faz a vida na agricultura, é o único meio de transporte do casal. "Vivemos de uma pensão da minha mulher, que é pequena e só dá para pagar as contas da luz e do gás, pouco mais", afirma Jorge Rodrigues. Maria da Conceição pede ajuda: "Podiam ajudar-nos, mas só pensam em tirar o pouco que a gente tem."

O casal foi ontem à tarde buscar a burra onde foi obrigado a deixá-la presa, depois da detenção efectuada por militares da GNR de Celorico da Beira, para regressar a Salgueirais, a terra onde mora. "Nós vivemos na aldeia, mas temos de ir de vez em quando a Celorico da Beira para comprar as coisas para a casa e para o cultivo das terras", explicou Jorge Rodrigues, lamentando que, se lhe tirarem a burra, "que custou 88 contos [439 euros]", fica sem saber o que fazer à vida.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub