Sub-categorias

Notícia

Figura ligada ao jet set usa nome de Marcelo para burlar

Autoridades estão a investigar dois casos em que se fizeram passar por assessores da Presidência da República.
Por Sónia Trigueirão e João Carlos Rodrigues|13.02.18
O Ministério Público (MP) está a investigar pelo menos dois casos de burla em que o nome da Presidência da República foi usado para obter contactos em empresas e instituições e para pedir dinheiro a empresários para supostos apoios sociais, nomeadamente para as vítimas dos incêndios de Pedrógão Grande – onde morreram pelo menos 66 pessoas.

Ao que o CM apurou, um dos casos é o de um homem da zona do Estoril, Cascais, que usou o nome de um dos assessores do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, para contactar os donos das maiores empresas nacionais e pedir apoios, logo após os incêndios de Pedrógão Grande.

Sabe o CM que um dos empresários chegou a transferir mais de 30 mil euros para uma conta fornecida pelo burlão.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!