Sub-categorias

Notícia

Utentes querem mais médicos em Poiares

Alguns utentes dizem ter de ir para a unidade de madrugada para conseguirem consulta.
Por Paula Gonçalves|14.02.18
  • partilhe
  • 0
  • +
Utentes querem mais médicos em Poiares
Foto Ricardo Almeida
Utentes querem mais médicos em Poiares
"Fui às 05h00 para a porta do Centro de Saúde (CS) para ser o primeiro a ser atendido e quando lá cheguei já tinha gente à minha frente", conta Manuel Campos, 79 anos, residente em Vila Nova de Poiares. Apesar de a mulher estar "muito doente", Manuel foi de madrugada para conseguir consulta. Ainda assim, teve de esperar pela vez. "É sempre um problema", afirma, desanimado.

As mesmas queixas são partilhadas por outros utentes, que garantem que a situação se agravou a partir de outubro com a saída de alguns médicos. Segundo referem, dos cinco clínicos da unidade de saúde familiar, que serve oito mil utentes, só três estão ao serviço.

"A semana passada estive doente e tentei ir à urgência às 08h30, mas não fui atendida. Voltei às 12h00 e não fui atendida. Acabei por ir à farmácia comprar um medicamento para as dores", refere Conceição Alves. "Até para marcar uma consulta é um problema", acrescenta Manuel Campos. Mesmo os utentes que têm médico de família atribuído dizem já ter ido de madrugada para a porta da unidade de saúde.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub