Morreu António Arnaut, o "pai" do Serviço Nacional de Saúde

Cofundador do PS morreu esta segunda-feira em Coimbra, aos 82 anos.
Por Lusa|21.05.18

O antigo ministro dos Assuntos Sociais António Arnaut, fundador do Serviço Nacional de Saúde e cofundador do PS, morreu hoje em Coimbra, aos 82 anos, disse à agência Lusa fonte dos socialistas.

António Arnaut, advogado, nasceu na Cumeeira, Penela, distrito de Coimbra, em 28 de janeiro de 1936, e estava internado nos hospitais da Universidade de Coimbra.

Presidente honorário do PS desde 2016, António Arnaut foi ministro dos Assuntos Sociais no II Governo Constitucional, Grão-Mestre do Grande Oriente Lusitano e foi agraciado com o grau de Grande-Oficial da Ordem da Liberdade e com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De suiriri21.05.18
    Ora bem. Antonio Arnaut é um Homem que fica na Historia deste país. Porque não ser decretado um dia de luto nacional e o seu corpo ir para o Paneão Naciobal. As razões? deixo ao critério de todos o homens livres de Portugal.
4 Comentários
  • De suiriri21.05.18
    Filosofia neoliberal reduziu SNS a um serviço residual para os pobres”. Esta frase só pode vir de um homem livre. Insisto: Porque não decretar um dia de luto nacional? E o seu corpo no Panteão Nacional…………………
    Responder
     
     0
    !
  • De maisquetudo21.05.18
    Grato pelo contributo de um homem bom para uma melhor sociedade com mais saúde. Contudo sempre me pareceu que cometeu uma falha, não previu que os seus sucessores iriam esboroar o SNS. Se ele tivesse colocado na Constituição que seria proibido o Estado financiar o sector privado tinha sido bom
    Responder
     
     0
    !
  • De rsantosxx21.05.18
    Com a morte de António Arnaut o Partido Socialista ficou ainda mais pobre éticamente.
    Responder
     
     0
    !
  • De suiriri21.05.18
    Ora bem. Antonio Arnaut é um Homem que fica na Historia deste país. Porque não ser decretado um dia de luto nacional e o seu corpo ir para o Paneão Naciobal. As razões? deixo ao critério de todos o homens livres de Portugal.
    Responder
     
     0
    !